As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

Inspirações vem de todo lado.

Posted: setembro 23rd, 2006 | Author: coredump | Filed under: Literatura, Pessoal | Tags: ,

O César postou um conto no Fudeblog. Eu ainda me lembro que eu costumava escrever contos. Depois que mudei pra Brasília acho que tive alguns problemas para voltar a me inspirar. O que eu escrevia era o que eu via e o que eu imaginava, o que eu sentia e as vezes o que eu fazia ou queria fazer. Sempre foi muito pessoal. Existiram contos que nasceram e morreram sem nunca chegar no papel, ou em alguma mídia similar…. Sem contar que com casamento e filho, meus contos passariam de uma tentativa lovercraftiana/suspense para algo mais feliz, colorido e cotidiano. Talvez eu comece a escrever contos infantis… :)

Hoje dando uma lida no Boing Boing eu acabei crusando com uma daquelas coisas mórbidas por natureza, que primeiro me deixou meio revoltado, e depois me fez pensar denovo nos meus contos. ‘I’m ready’ é uma matéria do The Guardian sobre o banco de dados de ‘últimas palavras’ dos condenados a morte no Texas desde 1982, que estão disponíveis no site do departamento de justiça do estado. Alguns são creepy, outros são cortados por envolverem outra língua (espanhol ou as vezes árabe), mas são de uma variedade sem tamanho. Algumas pessoas protestam contra a pena, outros pela demora. Alguns resolvem confessar outros crimes e muitos pedem desculpas aos parentes das vítimas. A maioria das mulheres tem casos envolvendo assassinato de crianças, muitas vezes dos próprios filhos. Homens são pegos por assassinato, estupro, as duas coisas e mais algumas juntas… É mórbido e as vezes emocionante ler as últimas frases onde, como a repórter do Guardian comenta, o prisioneiro tem o mínimo controle sobre seu final: I’m ready, warden.

Cave, Cash, Lovecraft… Meus ídolos musicais e literários sempre tiveram uma Danse Macabre em suas obras, sempre passando por ali naquele limiar esquisito onde a morte deixa de ser um fato a ser evitado e se transforma num objeto de estudo e conhecimento. Naquela espécie de point of no return onde se dividem os mórbidos dos completamente pirados que vão causar um homicídio em massa.

No final, inspiração vem de todos os lados. Mas ler esses last statements me deu um pequeno empurrão. Talvez, em algum tempo, eu consiga voltar a ter idéias.

Technorati Tags: , , ,

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Slashdot
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • TwitThis
  • Identi.ca
  • Twitter

Posts relacionados:

  1. É dia de pong… Então. Tá tarde, eu já devia estar dormindo mas os...
  2. 5 Anos de Blog, kinda… E então. No final de novembro/início de dezembro de 2001...

2 Comments »

2 Comments on “Inspirações vem de todo lado.”

  1. 1 Ataliba said at 1:21 on setembro 24th, 2006:

    É, realmente, estou na mesma situação. Com a menina aqui em casa, fica difícil é achar um tempinho, entre as fraldas, para me inspirar e escrever algo … que não sejam posts rápidos …

  2. 2   Domingos iniciam semanas - Fudeblog by Cesar Cardoso said at 21:54 on março 11th, 2008:

    [...] fechar a primeira trilogia (se alguém quiser revisar e tiver tempo, pode entrar em contato). E, core, estou esperando seus contos infantis [...]


Leave a Reply