As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

A licença do Vista ou “seu computador agora é meu”

Posted: fevereiro 2nd, 2007 | Author: coredump | Filed under: Linux e Open Source, segurança | Tags: , ,

Andei lendo sobre o EULA (End User License Agreement ou Termo de Licença para Usuário Final) do Windows Vista [outra análise] [e aqui para advogados] e confesso que se em algum momento eu tive a menor vontade de instalar o mesmo, nem que fosse apenas para testar, essa vontade passou nas primeiras linhas. É praticamente um tratado de Treacherous Computing [pequena animação sobre como Trusted Computing vira Treacherous Computing].

Só para dar um exemplo de coisas que estão no EULA:

  • A Microsoft se reserva o direito de checar periodicamente a legitimidade do software e desabilitar partes do sistema caso isso falhe. “Falhar” inclui não conseguir se comunicar com a Microsoft, aparentemente.
  • O Vista inclui o Windows Defender, um anti-virus/spyware/firewall que pode inclusive “desinstalar programas considerados perigosos”. O “perigosos” é definido pela Microsoft, não pelo usuário, e esse processo também acontece sem aviso, e a Microsoft não se importa com programas não funcionando por causa disso.
  • A Microsoft pede uma revalidação quando você troca algumas partes do Hardware. E trocar de máquina, só uma vez, depois disso já era.
  • A Home Edition não pode ser rodada em uma Virtual Machine, ponto final. As versões Business e Ultimate podem rodar em VM (e são substancialmente mais caras) mas não podem executar nenhum conteúdo protegido como áudio e vídeo enquanto virtualizados.

Isso sem entrar na parte de degradação de qualidade de vídeo e conteúdo de alta qualidade (HDCP), DRM, drivers que tem de ser assinados usando uma tecnologia absurda. Isso só pode ser uma empresa que não tem o menor escrúpulo em ignorar completamente o usuário, o mercado e os desenvolvedores.

E isso tudo exatamente pelo quê? Se ainda fosse por alguma grande mudança de paradigma ou mais performance, mas o OS X ganha de longe, e sobre os efeitos visuais, o Linux está bem a frente, além de ser livre, estável, respeitar o usuário e já ser simples de usar como qualquer outro sistema operacional.

Ou seja: Windows Vista? Não, obrigado.
A máquina é minha, não do sistema operacional.

tags: vista, linux, eula, treacherous computing

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Slashdot
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • TwitThis
  • Identi.ca
  • Twitter

Posts relacionados:

  1. Lá vem eles denovo. E a Microsoft se prepara para fazer denovo… Este artigo...
  2. Novell/SuSE, Microsoft e Linux Então. Eu continuo com a purga atrás da orelha com...
  3. Sobre o novo sistema de avaliação de palestras do FISL Esse post é uma rant. Nem é tão pela minha...
  4. Satellite A215 S4747: Colocando Windows XP e Linux Atenção: Eu não tenho este notebook mais. Por mais que...
  5. E o Ubuntu me perde como usuário e entusiasta. Quem me conhece deve saber que no último ano eu...

2 Comments »

2 Comments on “A licença do Vista ou “seu computador agora é meu””

  1. 1 Devaneios de uma mente doentia » Blog Archive » Vista? Nâo obrigado! said at 16:24 on fevereiro 2nd, 2007:

    [...] ter se enrolado numa entrevista onde o Vista foi comparado ao MacOSx e a licença invasiva (como comentado pelo Core) agora a Apple resolve lancar um comercial debochando do novo produto da Microsoft como [...]

  2. 2 Cobalto said at 17:24 on fevereiro 5th, 2007:

    é por isso que depois do XP, eu só quero saber de Linux!

    (já que Mac OS X só em sonho)


Leave a Reply