As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

A caveira Raimundo

Posted: agosto 13th, 2008 | Author: coredump | Filed under: Pessoal | Tags: ,

Quando eu estudava ainda nas primeiras séries do antigo primeiro grau, o colégio (de freiras) tinha costume de fazer umas viagens para Belo Horizonte para visitar shoppings. Naquela época Divinópolis não tinha nada parecido e dar uma volta nas lojas do BH Shopping era o must.

Numa dessas excursões umas meninas de umas séries mais a frente (que eu desconfio já estavam no antigo segundo grau) cantaram uma longa música sobre uma caveira chamada Raimundo. Infelizmente eu só conseguia lembrar do início até hoje: ‘Era um coveiro chamado Raimundo’, e que em algum ponto da música o cara morria. Uma menina ‘puxava’ os versos de duas linhas e as outras respondiam os refrões de quatro linhas.

Hoje eu tentei denovo uma busca no google e veja lá que eu acho a letra completa, que reproduzo abaixo.

Eu fico me perguntando de onde vem essa música? Não consegui informação alguma. Será música de torcida? Algum pedaço perdido da MPB? Folclore? Música militar? O mistério continua (se alguém souber agradeço) mas achar a letra já foi divertido.

era um coveiro chamado raimundo
era um coveiro com cara de defunto

raimundo raimundo
levanta vagabundo
raimundo raimundo
chegou mais um defunto

até as caveiras já o conheciam
até as caveiras sempre lhe diziam

raimundo raimundo
levanta vagabundo
raimundo raimundo
chegou mais um defunto

mas um belo dia raimundo adoeceu
e sem que se esperasse raimundo morreu

raimundo raimundo
bem-vindo ao nosso mundo
raimundo raimundo
veja o seu buraco fundo

e lá no buraco raimundo se queimou
e por sua vizinha ele se apaixonou

era uma caveira magricela e desdentada
e pelo raimundo ficou apaixonada

raimundo raimundo
seu olhar é tão profundo
raimundo raimundo
vem fundo vagabundo

e no cemitério houve uma festança
houve muita dança em cima das catacumbas
as caveiras levantavam e diziam num só grito

parabéns parabéns
aos novos felicíssimos
parabéns parabéns
aos novos felicíssimos

o tempo pro raimundo foi passando
e sua carne foi se deteriorando

virou uma caveira muito engraçadinha
hoje o raimundo tem muitas caveirinhas

mamae mamae eu quero mamadeira
calaboca nao chateia
nao tenho seios sou caveira

intel!

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Slashdot
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • TwitThis
  • Identi.ca
  • Twitter

Posts relacionados:

  1. Caveira Raimundo, outra vez Recebi este email agora, e achei que seria de bom...
  2. Porão do Rock 2007 Estou fazendo o post para contar do Porão do Rock...
  3. Sophie Ellis Bextor em novo disco Então. Nem me perguntem como, mas entre meus diversos gostos...

13 Comments »

13 Comments on “A caveira Raimundo”

  1. 1 Helio Fernandes said at 19:11 on fevereiro 1st, 2009:

    po cara eu so militar quando eu era recruta e qui nois fomos para a floresta de noite so si escutava essa musica ela pode parecer boba mas a hstoria verdadeira dela e incrivel eu durmia sozin na minha barraca com essa musica na minha mente na selva tudo escuro e vc escutando essa musica e incrivelmente apavoroso disem qui ela e uma musica mistica qui atraem espiritos essa e a historia espero ter ajudado !

  2. 2 Marco Ciqueira said at 10:10 on abril 13th, 2009:

    Oque eu sei dessa musica é que foi apresentada em um FICO (festival interno da canção do colegio objetivo) nos idos dos anos 70.
    Não venceu, mas ficou muito famosa desde então…
    A letra era um pouco diferente da que esta acima…
    Pelo menos, é oque eu sei…
    Abração…

  3. 3 teo said at 13:06 on maio 29th, 2009:

    Cara,minha irmã cantava essa musica p mim quando crianca..ela é muito massa rsrsrs…!!!

  4. 4 Marcos Cavalcante Ra said at 19:58 on julho 27th, 2009:

    kara eu sou militar, e quando nois puxava essa canção era assim.
    Era um coveiro com cara d e difunto
    Era um coveiro chamado Raimundo
    Raimundo não tinha respeito por ninguem
    Não respeitava os vivos nem os mortos tambem
    Fazia orgia em cima das catatumbas
    raimundo raimundo
    coveiro vagabundo

  5. 5 Alexandre said at 14:50 on agosto 22nd, 2009:

    Era um coveiro com cara de defunto….
    Era um coveiro chamado raimundo…
    Raimundo Raimundo levanta vagabundo
    Raimundo Raimundo que chegou mais um defunto

    Até as caveiras já o conhecia
    Até as caveiras todo dia lhe dizia
    Raimundo Raimundo levanta vagabundo
    Raimundo Raimundo que chegou mais um defunto

    Mas um belo dia o Raimundo adoeceu
    E sem que esperassem o Raimundo morreu
    Raimundo Raimundo bem-vindo ao nosso mundo
    Raimundo Raimundo vem pra esse buraco fundo

    E lá no buraco ele logo se enturmou.
    E por sua vizinha ele se apaixonou
    Era uma caveira magrela e desdentada
    Que pelo raimundo ficou apaixonada
    Raimundo Raimundo seu olhar é tão profundo
    Raimundo Raimundo vem fundo vagabundo

    E no cemitério houve uma festança
    Tinha muita dança em cima das catacumbas
    A dona caveira agora respeitada
    Só era chamada como vai dona Raimunda….
    Parabéns!!! Parabéns!!! Aos novos felicíssitos
    Caveiras e Fantasmas diziam num só Grito.

    Mas o tempo logo por Raimundo foi passando
    E a sua carne foi se deteriorando
    E com sua caveira que era uma gracinha
    Hoje Raimundo tem varias caveirinhas
    Mamãe… Mamãe… Eu quero mamadeira
    Cala a boca não chateia
    Não tenho seios sou caveira.

    Verão Camping Lindóia – Cantavamos em volta da fogueira e na quadra a noite.
    ass. Morcegão

  6. 6 beto said at 18:26 on março 2nd, 2010:

    Ouvi essa música pela primeira vez no Festival Interno do Colégio Objetivo – FICO (Festival de Música) na década de 70 em Brasília/DF. Não me lembro do nome do autor.

  7. 7 Caveira Raimundo, outra vez | the brain is a machine said at 1:59 on abril 22nd, 2010:

    [...] email agora, e achei que seria de bom tom reproduzí-lo aqui no blog integralmente. Desde que fiz o post sobre a música do Caveira Raimundo (também conhecida como Coveiro Raimundo ou Raimundo o [...]

  8. 8 Wilson Cohen said at 9:52 on junho 7th, 2010:

    Eu conheci essa música no tempo da Universidade, no Encontro dos Estudantes de Biologia em Porto Alegre em 1986. Aprendi a tocar e sempre tocava nos ENEBs que perticipei. Bons tempos aqueles. Esqueci do “Raimundo” por muitos anos depois que me formei até que a minha irmã que mora muito longe da minha cidade me pediu pra tocá-la. Eu consegui esquecendo umas poucas partes. A versão que aprendi varia em poucas palavras com essas aqui. Mas, na época, em POA, me disseram que era de um pessoal gaúcho. Até hoje não descobri os autores da famosíssima no Brasil inteiro, “Raimundo, teu olhar é tão profundo” . Massa demais!

  9. 9 Valter said at 11:18 on julho 15th, 2010:

    Essa música é de autoria de Celso farias, um camarada que mora em Vila Velha-ES, e foi apresentada em Festival de Música da Glória em 1978, obtendo a honrosa primeira classificação no gosto do público. Não foi a vencedora do festival.
    O autor também ficou conhecido como Caveirinha após isso. Já comp´^os mais de duzentas músicas, a grand maioria de fácil gosto popular. Ainda não foi reconhecido e desistiu da cvarreira artística. Trabalha atualmente como estivador no Porto de Vitória. É feliz…

  10. 10 SD MARTINS said at 10:20 on agosto 2nd, 2010:

    Sem desmerecer as outras versões mas…..a minha é melhor!!!!Confiram.

    ERA UM COVEIRO COM CARA DE DEFUNTO
    ERA UM COVEIRO CHAMADO RAIMUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO ACORDA VAGABUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO CHEGOU MAIS UM DEFUNTO

    ATÉ AS CAVEIRAS JÁ O CONHECIAM
    ATÉ AS CAVEIRAS SEMPRE LHE DIZIAM
    RAIMUNDO RAIMUNDO LEVANTA VAGABUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO CHEGOU MAIS UM DEFUNTO

    RAIMUNDO NÃO TINHA RESPEITO POR NINGUÉM
    NÃO RESPEITAVA OS VIVOS NEM OS MORTOS TAMBÉM
    FAZIA ORGIA EM CIMA DAS CATACUMBAS
    RAIMUNDO RAIMUNDO MALUCO MORIBUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO CUIDADO COM O OUTRO MUNDO

    E UM BELO DIA ALGO ESTRANHO ACONTECEU
    SEM SABER PORQUE RAIMUNDO MORREU
    E NO CEMITÉRIO FOI AQUELA FESTANÇA
    CAVEIRAS DANÇAVAM EM CIMA DAS CATACUMBAS
    RAIMUNDO RAIMUNDO LEVANTA VAGABUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO BEM VINDO AO NOSSO MUNDO

    POR MUITO TEMPO SOFRIA NOITE E DIA
    A MALDADE DAS CAVEIRAS ERA FRIA
    MAS COM O TEMPO RAIMUNDO SE ENTURMOU
    E POR UMA VIZINHA ELE SE APAIXONOU
    ERA UMA CAVEIRA MAGRA FEIA E DESDENTADA
    QUE PELO RAIMUNDO FICOU APAIXONADA
    RAIMUNDO RAIMUNDO SEU OLHAR É TÃO PROFUNDO
    RAIMUNDO RAIMUNDO VEM FUNDO VAGABUNDO

    E O TEMPO PRO RAIMUNDO FOI PASSANDO
    E A SUA CARNE FOI SE DETERIORANDO
    COM SUA MAGRELA RAIMUNDO SE CASOU
    FOI UMA BELA NOITE QUANDO O RITO SE PASSOU
    PARABÉNS AOS NOIVOS TÃO BONITOS
    CAVEIRAS E DEFUNTOS DIZIAM NUM SÓ GRITO

    DESCERAM PRA UMA COVA BEM ESCONDINHA
    E HOJE RAIMUNDO TEM MUITAS CAVEIRINHAS
    MAMÃE, MAMÃE, O QUE EU VOU COMER
    CALA ESSA BOCA O QUE EU POSSO FAZER
    EU NÃO TENHO PEITO E NEM MAMADEIRA
    EU SOU CAVEIRA
    EU SOU CAVEIRA

  11. 11 wilson said at 15:02 on outubro 19th, 2010:

    Ola! essa musica do Coveiro raimundo é de Wilson Ferrari, compositor que detem os direitos autorais da canção, tem muitas versões por ai, mas nada que justifica , apenas alguns artistas tentando aparecer com a musica dos outros

  12. 12 UBIRATAN said at 20:42 on julho 13th, 2011:

    Queria apenas dizer em poucas palavras que essa música é do meu querido irmão Áureo, conhecido como “MIÚDO” na UNB, em Brasília. Ele faleceu em 1984 em um acidente de carro. Ele apresentou essa sua música em um Festival de Música ocorrido em 1977, FICO, no Colégio Objetivo de Brasília. Gostaria que todos respeitassem a autoria dele que inclusive minha família guarda como recordação.
    Fico muito feliz de saber que essa música composta pelo meu irmão, juntamente com seu amigo PXV, tenha criado esse folclore pelo Brasil afora.
    Ubiratan – Curitiba – PR.

  13. 13 Eduardo said at 14:47 on março 4th, 2013:

    Confirmo o post acima. Essa música é de autoria dos amigos Áureo Delábio Ferraz e Newton Thales, (vulgo P15). Gostaria de pedir a gentileza de me enviarem o email do irmão, sobrinha (ou alguém da família) do saudoso Áureo, pois estou farto de ver tantos oportunistas se apregoando a autoria da música e inclusive RECEBENDO DIREITOS AUTORAIS da mesma indevidamente. Tenho vasta documentação que comprova a verdadeira origem e autoria da música, e acho que já passa da hora de se entrar com uma ação na justiça para desmascarar esses falsos autores, além de ressarcir a família do Áureo com os direitos autorais significativos já arrecadados até esse momento (Obs. a música tocou inclusive no “Xou da Xuxa/Rede Globo”).
    Nesse sentido, agradeceria ao administrador desse site a gentileza de me enviar algum contato da família do Áureo, ou que alguém da própria família me faça um contato pelo email: musicampbr@gmail.com
    Cordialmente, Eduardo– Brasília – DF


Leave a Reply