As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

Reclamação de gente velha

Posted: outubro 31st, 2008 | Author: coredump | Filed under: Linux e Open Source | Tags: , ,

Então, este post é um rambling então se não estiver afim de ler reclamação nem leia.

Ontem eu pensei em programar denovo. É uma coisa que me relaxa, divertida, e que dá pra fazer entre uma partidinha de Warhammer Online e outra.

Pensei em fazer um programinha para organizar análise de risco e talvez importar os dados do OpenVAS e outras ferramentas e fazer algo com eles, tipo uns relatórios ou gráficos. Coisa boba, nada que fosse ser um projeto sério e tal, mais para me divertir e passar tempo (é, tem gente que considera programação uma diversão, deal with it). Um requisito é que eu queria programar em multiplataforma. Primeiro porque em casa eu uso Windows e segundo porque atualmente eu acho cada vez mais tosco fazer programas voltados a OS específico.

O problema é que eu estou velho. Pelo menos com relação a algumas coisas de computadores. Nos idos de 2000 eu tinha a paciência necessária para instalar um programa qualquer do fonte e ainda debugar erros do autor. Atualmente, com os Ubuntus e Debians da vida, eu quero é instalar um software que just works.

Pensei em aprender uma nova linguagem. Talvez Mono C# (vulgo .NET). Mas desisti porque nada bate a beleza de Python.

Daí aconteceu a primeira desgraça. Achar uma IDE para python. Porque com a velhice, vem a frescura. Meus maiores projetos em Python foram feitos ali, na raça, svn no terminal, editando no Vim que quando muito tinha syntax highlight. Atualmente eu quero é sombra e agua fresca, tipo o recurso de completar código que ja mostra os métodos para uma classe, SVN direto na IDE e commits com um clique. E eu queria uma IDE que rodasse em Linux e Windows, porque ter um ambiente único para desenvolver é uma coisa legal.

É frescura? É. Vou morrer sem? Não. Mas porque outras linguagens tem isso de forma tão fácil e eu tenho de ficar sofrendo? Ainda mais quando eu quero programar para me divertir e não para colocar comida na boca do meu filho.

Tentei a SPE, voltada demais a QT (e eu uso GTK+, cacete). Testei a Pida mas se eu quisesse editar com Vim eu usava o Vim. O que mais se aproximou foi o Eclipse com PyDev. Instalei certinho no Ubuntu e tal. Daí já vem problema. PyDev tem problemas com o python-support que o Debian (consequentemente o Ubuntu) usam e não completava código GTK. Fucei até funcionar e descobrir que completar código tem problemas coisas assim (exemplo parcial e tosco):

ui = gtk.glade.XML(‘arquivo.glade’)

janela = ui.get_widget(‘window1′)

janela.

Neste ponto, o que eu esperava é que o completador de código me desse os métodos de um objeto GtkWindow, porque ‘window1′ no .glade é uma GtkWindow. Mas o PyDev aparentemente não consegue achar isso (porque java é estático e python é dinâmico).

A frescura atacou e ja tinha dado  18:30, hora de ir embora.

Cheguei em casa, instalei o Eclipse, instalei o python 2.5 (que já foi 64 bits!) e o GTK Runtime, todo feliz achando que dali a pouco estaria programando.

Descobri que o pygtk não instala em Windows Vista.

Gah!

Notei também que eu tenho de usar o Python 64bits e usar o py2exe, o exe vai ser criado 64 bits e não vai rodar em 32.

Acho que a solução vai ser .NET mesmo. Ou Java. Eu posso usar o NetBeans ou o Eclipse no Windows ou no Linux, escrever um programa e mandar ele pra qualquer outro OS sem ter de quebrar cabeça demais.

Claro, se eu quisesse programar pra ganhar dinheiro ou coisa assim, eu instalava Linux em casa. Ou o XP. Mas não é essa minha reclamação, o lance é que devia ser mais simples programar em/para multiplos OSes.

intel

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Slashdot
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • TwitThis
  • Identi.ca
  • Twitter

Posts relacionados:

  1. E depois perguntam… Máquina aqui de casa, Windows XP, usada apenas para checar...
  2. Lá vem eles denovo. E a Microsoft se prepara para fazer denovo… Este artigo...
  3. VULoad, para observar load average em terminais Update: dei uma mexida nele e já coloquei a versão...
  4. (quase) Trocando o Prism por um script de 60 linhas Quase, mas quase mesmo. O Prism é o antigo xulrunner...
  5. Para ser um Sysadmin Vendo o formspring do fike eu tentei me lembrar do...

4 Comments »

4 Comments on “Reclamação de gente velha”

  1. 1 Yves Junqueira said at 16:37 on novembro 2nd, 2008:

    Dá uma olhada em Groovy. Java dinamicamente tipificado. Qualquer coisa é melhor que .NET.

  2. 2 Lucas Arruda said at 10:15 on novembro 12th, 2008:

    Todo mundo mete o pau no Java, mas o fato dele rodar “bem” em todos os SO e ainda ter grandes plataformas de desenvolvimento que rodam também em todos os SO é um grande diferencial.

  3. 3 Mikhail Miguel said at 3:57 on maio 15th, 2009:

    Conhece a linguagem Lua? :-)

  4. 4 Ataliba said at 18:08 on abril 3rd, 2010:

    Estou na mesma.

    Sai do Slackware para o Fedora literalmente para ter este sossego. Chegar, sentar e usar.
    Cansei de ficar horas e horas fuçando até descobrir alguma coisa. Atualmente, tirando o fuçar no celular, perder horas e horas para instalar uma ou outra coisa, ninguém merece.
    Mas eu estou aqui pensando também em aprender alguma coisa nova este ano, também ligada a computação.
    Talvez uma linguagem nova de programação tb … e para mim, também sobrou o Java …
    Ainda não consigo me enxergar programando em .NET hehehehe


Leave a Reply