As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

Não existe mundo virtual, infelizmente.

Posted: maio 18th, 2009 | Author: coredump | Filed under: Cybermundo | Tags: , ,

Na verdade essa barafunda toda com relação o PL 84/99 e tal tem umas raízes diversas. Esse post aqui é estranhamente sóbrio no mar de alarmismo que os showmans invocaram, ele elenca os problemas e os discute, ao invés de simplesmente disparar um monte de observações absurdas e sem sentido (FUD) para gerar medo. Eu nunca disse que a lei era perfeita (pode conferir, tá no primeiro post sobre o assunto), só que no momento é mais importante ter uma lei do que esperar uma lei perfeita. Nosso código penal tem uma idade absurda, é ultrapassado em vários pontos e tal, mas imagine só se nem ele existisse? Ou se estivesse em discussão a 40 anos?

Na minha opinião aparentemente única no Brasil =) o que acontece é a idéia de que a internet é um ‘país a parte’, um ‘mundo virtual’ a parte do ‘mundo real’. Era uma idéia interessante, eu mesmo traduzi e já citei várias vezes o Cypherpunk Manifesto mas infelizmente as coisas não são assim. Em qualquer tipo de nova tecnologia os usos maléficos estão entre os primeiros a serem descobertos e utilizados. Você pode reparar que sempre que existe uma nova descoberta científica existe um grande frisson para se regulamentar antes que alguém faça caquinha (energia atômica virou bomba, biogenética vira arma quimica e dai por diante).

A internet por outro lado meio que se imiscuiu desse processo, e essa visão que todo mundo gosta de ter de que é um mundo livre, sem leis, etc.. acabou virando a visão mais romântica da coisa. O projeto de lei discutido por exemplo define algumas coisas que seriam ilógicas não fosse essa visão de ‘mundo separado’. Roubo, por exemplo. Pela lei, se você compra um DVD pirata, você está indo contra a lei de propriedade intelectual, e todo mundo parece entender isso mesmo que não concorde, continue fazendo e ache uma justificativa para tal. Já a mesma pessoa que tem essa consciência com relação a comprar um DVD pirata não tem o mesmo pensamento quando baixa um DVD da internet. Mas o que está acontecendo é a mesma coisa, é ir contra a propriedade intelectual da mesma forma, mas aparentemente por estar na Internet, fica tudo bem, afinal de contas é um outro lugar, não é Brasil, nem real é! Se é virtual, é legal, aparentemente.

Mas não é assim. Ou pelo menos não poderia ser. Leis como a que esse PL sugere são necessárias porque não só o código penal existente é falho para lidar com questões tecnológicas como porque na cabeça da maioria das pessoas ainda existe a noção de que a internet é uma terra de impunidade.

O sr do post lá em cima tem várias críticas que fazem sentido, e algumas nem tanto. Eu digo e repito, três anos de log não são nada demais. Além disso ele argumenta que um atacante experiente pode mascarar seus logs, o que eu concordo, mas a internet brasileira não é formada por 100% de atacantes experientes, e sim de uma mistura de experientes e não-tão-experientes-assim. Além disso, se a justificativa de que ‘atacantes experientes não vão ser afetados’ fosse válida, não precisaríamos de nenhuma lei relacionada a crimes, porque afinal de contas um criminoso experiente pode muito bem realizar um crime sem deixar pistas, certo? E os registros telefônicos que já existem, são basicamente a mesma coisa que um log. Telefonia pode, mas internet não, denovo a idéia de que a internet é um lugar diferente.

Certificação digital é uma outra solução que o sr propôe, como solução para fraldes bancárias. Claro, ia tornar mais difícil essas fraudes mas como diz o adágio, não existe patch para estupidez humana. Mesmo com a certificação digital existem várias outras falhas no caminho que podem ser atacadas. Criptografia não é solução para os problemas do mundo (qualquer um que estuda segurança sabe disso), e criptografia mal implementada e nada são a mesma coisa.

Acho que algumas pessoas pegaram o barco nessa lei para lutar por outra coisa. De quando em vez vejo pessoas ai reclamando nos blogs que essa lei é coisa do PIG para controlar o direito autoral. Por mais que eu despreze a Veja e a Globo e acredite na existência do PIG, não acho que vai ser lutar contra esse PL que vai mudar nada na imprensa brasileira, até porque o PL não lida com quase nada que afete blogs/imprensa livre ou não. Ou nas leis de direito autoral, for that matter. Se o problema é que ‘a cópia de arquivos vai acabar com as redes P2P”, acho que essas pessoas deviam estar trabalhando para mudar a legislação de copyright que é velha, quebrada e não contempla os novos paradigmas dos mercados. Mas é mais fácil fazer escândalo e capitalizar em cima do hype, para atrair mais seguidores para sua causa, mesmo que não tenha nada a ver uma coisa com a outra.

E com isso acho que eu termino meu último post sobre o assunto. Acho que já disse o que tinha para dizer.

intel

PS: Para não ser chamado de hipócrita: eu vou ser atingido como qualquer um por esta lei, mais ainda porque minha área profissional tem muito a ver com internet e segurança, eu tenho total consciência disso. Isso não me impede de acha-la uma boa idéia, com falhas, mas melhor que nada.

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Slashdot
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • TwitThis
  • Identi.ca
  • Twitter

Posts relacionados:

  1. Guia da Desobediência Virtual O GDV é um projeto simples, consistindo em gerar e...
  2. Quando usamos as armas do inimigo Eu tenho ficado longe de assuntos de software livre atualmente,...
  3. Mal entendidos sobre a Lei de Crimes Eletrônicos PL 84/99 Ahem. Para efeito deste post eu vou tirar o boné...
  4. Ainda o PL 84/99 To lendo aqui na Convergência Digital sobre a audiência pública...
  5. Desenvolvimento seguro e software livre Acabei a poucos dias atrás de escrever o trabalho final...

1 Comment »

One Comment on “Não existe mundo virtual, infelizmente.”

  1. 1 Claudio said at 16:06 on fevereiro 23rd, 2011:

    Muito bem. E pra quem acha que existe virtual X real, em primeiro lugar, recomendo a consulta ao dicionário. Internet não é sinônimo de virtual. E no sentido de amor pela(através!) internet, menos ainda. A Rede é um mero meio de comunicação, como o telefone, televisão e a carta. Essa separação, como se a internet fosse outro mundo, outra coisa, denota falta de conhecimento ou no mínimo falta de costume com ela.

    Voltando ao assunto, já conheci muitas pessoas pela internet e hoje namoro pessoalmente com uma moça que conheci no msn. Graças à internet eu a conheci. Então, evitem o preconceito. Preconceito no sentido de discriminar, achando que internet é sinônimo de fantasia.

    A internet é realidade. Vc não pode cometer um crime de furto, por exemplo, achando que ficará por isso, que ninguém vai saber ou se importar só porque foi PELA internet.
    Só existe um mundo, uma lei. É preciso amadurecer e encarar a vida do jeito que ela é.


Leave a Reply