As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

Dingoo comanda (depois do Dingux)

Posted: novembro 19th, 2009 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: , , , ,

Comprei o Dingoo, um portátil bem legalzinho que roda vários emuladores, e ainda tem rádio e assiste vídeos… Basicamente, mais uma daquelas idéias chinesas.

Chegou anteontem depois de 17 dias de espera e foi taxado mesmo com a embalagem especial da DealExtreme, o que me leva a pensar que quem quer que seja que esteja fiscalizando deve ter aprendido a usar o site :)

Dingoo

O Dingoo tem um tamanho bem legal, é pouco mais comprido que meu telefone e com a espessura de um controle de Nintendinho. O que é bem legal porque ele realmente tem um feeling de controle mesmo. Do lado esquerdo você tem um direcional em cruz e no lado direito ficam os botões (A,B,X,Y). Ele também tem os botões L e R que ficam nos ‘ombros’ do portátil, assim como eles ficam no controle de Super NES e tal.

O som é de boa qualidade, não é chiado nem nada. Eu fiquei positivamente impressionado com a qualidade do LCD do aparelho, contraste bom, cores vibrantes, parece bem limpo e de boa qualidade.

Além disso o Dingoo tem saída para fones de ouvido, saída de TV, microfone, USB e slot para cartões MicroSD. Ele vêm de fábrica incluindo um fone de ouvido, adaptador de tomada para USB (carregador) e cabo para ligar na TV.

Os emuladores padrões do Dingoo são meio baqueados. O de GameBoy funciona maravilhosamente bem, o de CPS1 e Neo-Geo também, mas o de SuperNES é horrível. Por causa disso saí em busca do projeto Dingux, que é uma distro Linux para o Dingoo, com um front-end bem parecido com o do Dingoo (que por sua vez me lembra o PSP).

Com o Dingux a gama de emuladores é bem maior, por exemplo, dá pra se usar os fantásticos MAME (mame4all, arcade), Snes9X (SuperNES), Stella (Atari 2600) e FBA320 (CPS1, CPS2 e Neo-GEO). Inclusive foi portado o emulador psx2all mas ainda não testei para ver como está a emulação de Playstation. A instalação nem foi complicada ou arriscada.

Aconselho a quem goste classic gaming. Ontem me matei de jogar Final Fight (a versão arcade) e comecei denovo o Final Fantasy VI (ou III, depende se você estava nos EUA ou Japão), que nunca zerei no SuperNES mas que agora, quem sabe!

intel

10 Comments »

Tudo que você queria saber sobre a Wave 4 e não tinha a quem perguntar

Posted: outubro 17th, 2009 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: , ,

Wave 4 é uma coisa relacionada aos Xbox 360 “desbloqueados”. Traduzi o post colocado na página do abgx360 tirando as dúvidas.

====================================================
Wave 4 E VOCÊ v1.2 by Kushan (traducao por coredump)
====================================================

Um guia para n00bs com tudo sobre wave4

================
O que é “WAVE 4″
================

Um disco normal de Xbox 360 é dividido em várias seções ou “partições”. Uma dessas partições é conhecida como “video partition” (partição de vídeo). Antes de março de 2009 essa partição continha simplesmente um vídeo que tocaria caso você inserisse o DVD em um DVD player normal, o víde simplemente te informava que você era um idiota e devia colocar o DVD num Xbox 360 para jogá-lo.

Uma das formas que a Microsoft tem para detectar que você é um pirata sujo é verificar esse vídeo para ter certeza que ela combina com o que deveria estar no disco, então para te proteger o próprio filme faz uma rápida checagem (checksum) e se o resultado não combina com dados conhecidos de vídeo, não inicializa o disco. De quando em vez esse vídeo é atualizado, com cada mudança sendo chamada “wave” (onda).

Normalmente, atualizações do sistema (atualizações da dashboard) são armazenadas numa parte diferente do disco, ocupando até 8M de espaço, porém em Novembro de 2008 a Microsoft lançou a “NXE”, uma Dashboard completamente nova para o sistema. Junto com a nova dash vieram os Avatares, fazendo o update bem maior (mais ou menos 130M). Isso fez com que o update não coubesse na mesma área que os updates eram colocados anteriormente, forçando os mesmos a serem colocados dentro da partição de vídeo. Essa foi a chamada “wave 3″ e chegou por volta de março de 2009.

Como a Microsoft agora distribui as atualizações da Dashboard na mesma partição, cada vez que o 360 é atualizado iremos ver uma nova “wave” alguns meses depois. Aconteceu uma atualização em agosto de 2009 que agora está sendo distribuída com os últimos jogos. Essa é conhecida como “wave 4″. É idêntica a Wave 3, exceto que a partição de vídeo contém a atualização de agosto de 2009. O primeiro jogo conhecido dessa wave foi o Cars Race-o-rama.

Agora, é importante lembrar que o iXtreme foi desenhado para PROTEGER você e parte dessa proteção é o teste da “partição de vídeo”. Quando essa partição muda, o firmware não sabe se é uma nova “wave” ou se é uma cópia ruim (bad rip) e então não vai inicializar.

Quando a wave 3 chegou, iXtreme 1.51 foi rapidamente liberado para resolver esse problema. Foi um conserto temporário, o firmware simplesmente parou de fazer o teste da partição de vídeo e com isso rodava qualquer wave, incluindo a wave 4 e superiores.

Isso, porém, é “inseguro”. Se o disco está bem, então você vai estar bem, mas se a partição de vídeo tem alguma inconsistência, iXtreme 1.51 vai continuar inicializando o jogo e portanto pode ser detectado pela Microsoft e banido. Também não ajuda o fato de algumas pessoas idiotas e impacientes terem decidido remendar jogos Wave 3 com os dados da partição de vídeo Wave 2 para fazer o iXtreme 1.5 ou mais baixo funcionar. Essa é uma grande forma de fazer você ser banido e por isso o iXtreme 1.6 foi criado.

o iXtreme 1.6 só vai inicializar jogos que tem uma partição de vídeo CORRETA, até (e incluindo) a wave 3. Isso quer dizer que se você tem um jogo wave 3 que foi remendado com a partição de vídeo da wave 2 (também conhecido como pintar um alvo para a Microsoft mirar), o iXtreme 1.6 não vai inicializá-lo, mas o iXtreme 1.51 vai.

================
Vou precisar de um novo firmware para jogar os jogos da Wave 4?
================

SE você tem o iXtreme 1.5 ou abaixo, jogos wave 3 não vão funcionar e consequentemente os da wave 4 também não. Nesse caso, SIM  você precisa atualizar seu firmware!

SE você está no iXtreme 1.51 (Hitachi), então QUALQUER wave vai funcionar, incluindo a wave 4, porém você tem de ser ULTRA CUIDADOSO visto que você não vai estar protegido contra partições de vídeo corrompidas ou incorretas. Essa é uma das muitas razões para sempre utilizar o abgx360. Se um jogo for verificado completamente correto, jogá-lo no iXtreme 1.51 é seguro como jogá-lo no iXtreme 1.6 – isso inclui jogos wave 4.

SE você está com o iXtreme 1.51 (BenQ/LiteOn/Samsung), então SIM você tem de atualizar seu firmware!

SE você tem o iXtreme 1.6, você TAMBÉM pode jogar jogos da Wave 4 e acima, porém você vai precisar utilizar um disco especial de ativação. Isso foi adicionado ao firmware exatamente para esse caso – o disco ativa o modo “one-shot-boot”, essencialmente ele permite ao iXtreme 1.6 inicializar qualquer jogo que você coloque em seu drive, mesmo se ele não estiver propriamente “stealth”. Você simplesmente insere o disco no drive, deixa ele rodar (o Xbox vai dizer “play DVD” ou “reproduzir DVD”), então troque o disco pelo seu jogo wave 4. Você vai ter de fazer isso toda vez que quiser jogar um jogo wave 4 (ou superior). Não se preocupe, se o jogo tiver todos os dados Stealth o iXtreme 1.6 vai continuar usando esses dados, então se você inicializar um jogo VERIFICADO wave 4 usando este método, você deve estar tão a salvo quanto se estivesse inicializando um jogo wave 3.

O disco está disponível aqui: http://www.sendspace.com/file/5ed5xr e tem de ser gravado num disco DUAL LAYER, mas inteiramente na primeira layer (não configure uma layerbreak quando o imgBurn perguntar, mande ele gravar apenas na primeira layer).

Um novo firmware iXtreme vai ser eventualmente liberado com suporte a wave 4 (sem necessidade de disco de ativação), porém algum tempo vai se passar antes disso acontecer. Mesmo que Cars: Race-o-rama tenha sido o primeiro jogo a ser lançado com vídeo wave 4, não é necessariamente o priemiro jogo a ser prensado com ele. Também, durante uma transição de waves existem algumas exceções ao processo que precisam ser conhecidas. Não vai haver nenhuma previsão de tempo para isso, então não pergunte.

================
E sobre o abgx360? Ele precisa ser atualizado?
================

abgx360 1.0.1 (o mais recente nesta data) não reconhece uma imagem  wave 4 e vai relatar uma partição de vídeo possivelmente corrupta/PFI errado (bad PFI), porém o programa é capaz de continuar completando a verificação de jogos wave 4. Uma vez que um jogo wave 4 tenha sido verificado no banco de dados do abgx, ele vai continuar baixando o .ini e checar completamente a imagem. Se a imagem estiver correta, então os testes de stealth também passaram e portanto é seguro jogar como qualquer outro jogo wave 2 ou wave 3.

abgx360 v1.0.2 vai ser lançado com reconhecimento total da wave 4 numa maneira similar ao iXtreme; isso quer dizer depois que a data de transição for sabida e as exceções conhecidas.

Você pode obter mais informações e discutir sobre o assunto no Fórum Xbox 360, um fórum razoavelmente novo mas com uma comunidade cheia de figurinhas conhecidas e sem regras paranóicas sobre assuntos como hacking de Xbox 360, bittorrent, trackers e etc…

11 Comments »

World of Warcraft Patch 2.4: WoW para retardados

Posted: março 28th, 2008 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: , ,

Tava lendo a Ale Picoli no “Eu também jogo” falando sobre o anúncio da Blizzard sobre servidores para a América Latina e isso só somou no meu ódio atual pelo jogo. Fala sério, primeiro a barafunda que é o patch 2.4, e agora servidores caça níquel. Eles realmente pararam de se preocupar com o jogo, o lance agora é ganhar dinheiro.

Eu tenho chamado o patch 2.4 de “WoW for retards”, porquê fala sério, se você não consegue jogar um jogo completamente easy mode como o WoW ficou depois do 2.4 você tem sérios problemas.

Eu já tinha ficado irritado a um tempo com o lance do PvP de WoW ter virado uma feira de items. E nem era uma feira complicada. Dez partidinhas por semana e mesmo perdendo todas você ganha um número X de pontos (Arena Points) para comprar items de Arena que são tão bons como ou melhores que os ítems que eu ralei semanas para conseguir em dungeons.

E daí veio o patch 2.4. Retiraram a necessidade de se fazer o attunement para todas as dungeons de alto nível (attunement é um processo normalmente envolvendo vários passos para se conseguir entrar em alguma nova área), colocaram várias daily quests novas no jogo que beiram o rídiculo (tipo ir para um lugar, clicar em 6 items e voltar) e dão uma quantidade decente de dinheiro, liberaram os items complicados para se fazer items de alto nível (nether vortex e primal nether) que agora são achados na casa de leilões… E continuam bombeando gear no jogo com dificuldade mínima.

Numa escala de 1 a 100 o jogo passoou de dificuldade 70 para tipo 30 ou 40. Você tendo tempo e um grupo de pessoas não muito burras você consegue fazer maravilhas. Some-se isso ao PvP desorganizado e sem sentido e mesmo as ofensas a inteligência mínima das pessoas… não sei se vou ter paciência por muito tempo. A única coisa que me mantém é a vontade de ver o “final” do jogo antes da expansão sair. Expansão esta que nem está em beta teste aparentemente.

Acho que a Blizzard ficou com medo de perder muitos jogadores. Sei lá. Não consigo compreender porque acabar tanto com o desafio no jogo, que agora virou praticamente uma compra sem fim. Basta juntar uma grana (que não é difícil com um limite de 25 dailies por dia) e fazer uns joguinhos de arena e pronto.

Neste meio tempo, Age of Conan fica cada vez menos atrativo (video game demais) e Warhammer foi empurrado do meio do ano para o outono americano (ou seja, agosto ou setembro). Acho que vou voltar para os jogos de playstation.

intel

6 Comments »

E o inferno fica mais fresco.

Posted: setembro 13th, 2007 | Author: coredump | Filed under: Gaming, Linux e Open Source | Tags: , ,

Desde a semana passada a AMD/ATI tinha dado dicas de que estaria pensando em liberar os specs de suas placas de vídeo. E não é que finalmente aconteceu?
Na conferência do X foi entregue um CD com mais de 900 páginas de documentação sobre o 2D de alguns chipsets das placas ATi. E já estão disponíveis no site do x.org.

Existem teorias e teorias do porquê a AMD fez isso. Interesse no mercado de portáteis, inovação tecnológica, etc… basta ler os comentários do Slashdot para ver alguns pontos de vista interessantes. Pra mim, só importa que em alguns meses minha X800 vai funcionar direitinho com drivers open source (sem ginástica para fazer funcionar!). Isso abre precedentes como melhor suporte a jogos, composite 3D (beryl e/ou compiz).

A uns dias atrás eu estava muito irritado com placas ATi. Mas depois desse movimento da AMD/ATi e do driver 7.8 pra Windows (que é uma maravilha de funcionamento), eu tenho de voltar a dizer: ATi comanda. BTW, acabei de ver agora que o Catalyst 7.9 saiu, então tenho de testar pra ver se a qualidade continua como a do anterior.

Pena que essa notícia não chegou mais cedo, porquê agora a Nvidia que eu tinha comprado para substituir minha ATi já chegou :\ Minha consciência só não dói muito porque lá em casa continuo tendo mais ATi que Nvidia.

O inferno deu uma resfriada. Será que a Nvidia vai seguir a dica ou vai ficar fadada a perder o mercado Linux?

intel

No Comments »

Hell, it’s about time

Posted: maio 19th, 2007 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: ,

Nem precisa explicar né?

[]s
core

tags: starcraft, starcraft2, blizzard

2 Comments »