As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

World of Warcraft Patch 2.4: WoW para retardados

Posted: março 28th, 2008 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: , ,

Tava lendo a Ale Picoli no “Eu também jogo” falando sobre o anúncio da Blizzard sobre servidores para a América Latina e isso só somou no meu ódio atual pelo jogo. Fala sério, primeiro a barafunda que é o patch 2.4, e agora servidores caça níquel. Eles realmente pararam de se preocupar com o jogo, o lance agora é ganhar dinheiro.

Eu tenho chamado o patch 2.4 de “WoW for retards”, porquê fala sério, se você não consegue jogar um jogo completamente easy mode como o WoW ficou depois do 2.4 você tem sérios problemas.

Eu já tinha ficado irritado a um tempo com o lance do PvP de WoW ter virado uma feira de items. E nem era uma feira complicada. Dez partidinhas por semana e mesmo perdendo todas você ganha um número X de pontos (Arena Points) para comprar items de Arena que são tão bons como ou melhores que os ítems que eu ralei semanas para conseguir em dungeons.

E daí veio o patch 2.4. Retiraram a necessidade de se fazer o attunement para todas as dungeons de alto nível (attunement é um processo normalmente envolvendo vários passos para se conseguir entrar em alguma nova área), colocaram várias daily quests novas no jogo que beiram o rídiculo (tipo ir para um lugar, clicar em 6 items e voltar) e dão uma quantidade decente de dinheiro, liberaram os items complicados para se fazer items de alto nível (nether vortex e primal nether) que agora são achados na casa de leilões… E continuam bombeando gear no jogo com dificuldade mínima.

Numa escala de 1 a 100 o jogo passoou de dificuldade 70 para tipo 30 ou 40. Você tendo tempo e um grupo de pessoas não muito burras você consegue fazer maravilhas. Some-se isso ao PvP desorganizado e sem sentido e mesmo as ofensas a inteligência mínima das pessoas… não sei se vou ter paciência por muito tempo. A única coisa que me mantém é a vontade de ver o “final” do jogo antes da expansão sair. Expansão esta que nem está em beta teste aparentemente.

Acho que a Blizzard ficou com medo de perder muitos jogadores. Sei lá. Não consigo compreender porque acabar tanto com o desafio no jogo, que agora virou praticamente uma compra sem fim. Basta juntar uma grana (que não é difícil com um limite de 25 dailies por dia) e fazer uns joguinhos de arena e pronto.

Neste meio tempo, Age of Conan fica cada vez menos atrativo (video game demais) e Warhammer foi empurrado do meio do ano para o outono americano (ou seja, agosto ou setembro). Acho que vou voltar para os jogos de playstation.

intel

6 Comments »

Armory vs Iceweasel

Posted: junho 26th, 2007 | Author: coredump | Filed under: Gaming, Linux e Open Source | Tags: , ,

Então, o World of Warcraft Armory é o terror do Linux. Depende de Flash 8 e usa uma caralhada de javascript que Djaga duvida. Até hoje eu me irritava pelo pessoal que usa Ubuntu conseguir acessar e eu com meu Debian não.

Felizmente, não era nada grave: o Debian usa o Iceweasel como browser, que é na verdade o Firefox com outro nome (problemas com logomarcas). Basta editar a configuração do Iceweasel e instalar o GNASH que tudo funciona beleza. Instalar o gnash é básico (aptitude install blah blah) e a configuração do Iceweasel é feita usando o ‘about:config’ mesmo – abre o browser, digita “about:config” e coloca no campo de busca “general.useragent.extra.firefox”, mudando o valor disso para “Firefox/2.0.0.4″.

Pronto, o Armory vai funcionar direitinho agora.

intel.

No Comments »

Mais sobre WoW e Interfaces.

Posted: maio 1st, 2007 | Author: coredump | Filed under: Uncategorized | Tags:

Então, recebi alguns comentários e emails sobre meu post passado sobre interfaces do WoW, addons e etc… Só um update para os que perguntaram, minha UI atualmente depende muito da classe que eu jogo. Para Priests, Warlocks, Mages eu uso algum addon “Menu Bolota”, mas algumas classes não tem um similar, ou quando tem é muito ruim. Neste caso eu sobro com muito botão na tela, e a maioria sem atalho de teclado.

Abaixo um exemplo de minha atual personagem preferida, uma Blood Elf Rogue, ainda de baixo nível:

Deu pra notar que eu mudei bastante a interface para uma coisa mais leve. Também diminuí bastante o número de addons que eu vinha usando para ter menos coisas na tela e mais coisas concentradas nas barrinhas do Fubar.

Aos que perguntaram sobre o “Menu Bolota”, os addons disponíveis que eu já usei e gostei foram estes aqui, que não são ACE mas funcionam muito bem mesmo:

  • Priest: Serenity. Cuidado aqui, ele não é ACE e existe um addon com o mesmo nome na lista dos addons ACE, que não tem nada a ver. Seria muito mais simples se o WOWAceUpdater não cismasse de fazer update dele, porque ele acaba sobrescrevendo o addon certo com o errado… Então, cuidado. Desmarque o “Serenity” da lista quando for atualizar pelo programa.
  • Warlock: Necrosis. Agora chama “Necrosis LdC”. Nem preciso falar nada, este é famoso, testado e facilmente encontrável.
  • Mage: Cryolisis. Agora chama “Cryolisis Revived”. É uma cópia do Necrosis para Magos, tão bom ou melhor que, na verdade. Usa ACE, mas não é hospedado no site da biblioteca, e só funciona com sua biblioteca ACE embedded, então é quase a mesma coisa de um addon não-ace.

Alguns addons que eu descobri a pouco tempo e que tem feito minha alegria no mundo ACE2 foram os seguintes:

  • nQuestLog: Um questlog parecido com o Monkey Quest, mas com uma interface mais simpática e muito prático. Tem um quest panel muito melhor que o default do jogo e guarda umas informações bem legais (tipo coordenadas de onde você pegou a quest).
  • Niagara: O Niagara é um configurador para addons ACE. Normalmente os addons ACE usam configuração com extensos menus drop-down. O Niagara pega estes menus e converte para um formato “janelinha”. Funciona bem 90% das vezes, ainda está sendo testado mas eu já uso para configurar minha tralha.
  • Epeen: Isso mesmo, epeen. Serve para gerenciar lista de jogadores Friendly e principalmente a sua lista de inimigos da outra facção e KOS (Kill on Sight). Para aqueles que gostam de guardar rancor, ele avisa na tela com um som quando você está próximo a alguém da sua lista de inimizades. Eu nem usava isso muito, mas aquele Night Elf que ficou me gankeando em Hillsbrad fez aparecer o pior de mim… :P

Então, com relação a outras classes, fico devendo. Não jogo o bastante com elas para saber de alguma especificidade de alto nível. Se algum dia tiver alguma informação eu posto aqui denovo.

intel.

No Comments »

Burning Crusade: Forçando o balance na marra.

Posted: janeiro 18th, 2007 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: ,

Desde os tempos iniciais de World of Warcraft, toda a discussão tinha se baseado na dicotomia do cenário: de um lado, a Horda. Ex-controlada por demônios com suas raças tribais e de tradições shamanistas. Do outro, a Aliança com seus humanos de motivação míope e seus fanáticos Paladinos.

Isso se mostrou no desenho das raças e personagens também. As cidades da Horda são basicamente tribos ou assentamentos comparadas as obras de engenharia anã e élfica das cidades da Aliança. Até o cabelereiro da Horda é ruim, na verdade, visto que as opções de escolha de cabelo para os personagens na hora da criação é lamentável.

O que a Blizzard não esperava era que isso fosse causar tanta desigualdade entre as duas facções. Em alguns realms (é como o WoW chama seus múltiplos servidores), a proporção chega a ser 80% dos jogadores na Aliança e 20% na Horda. E isso causa alguns probleminhas, principalmente no Player versus Player (PvP).

Como resolver isso? Bom, a Blizzard criou duas raças novas na expansão (The Burning Crusade, lançada dia 16 de janeiro), os Draenei e os Blood Elfs. A minha opinião é que eles pediram para os times de desenho de personagem criarem as novas raças para suas respectivas facções e depois simplesmente inverteram o resultado. Ou seja, a raça com a cidade bem desenhada e bons cabelereiros acabou na Horda! Isso resultou em:

  • A Horda agora tem Elfos. Tem de se viver com isso. Por mais que sejam uns elfos meio malucos, continuam sendo insuportáveis elfos.
  • A Aliança agora tem uma raça desengonçada, feia e gigante. E isso é bom. Era dureza ter de escolher entre 4 raças, uma menor que a outra (sendo que gnome não podia ser levado a sério).
  • A Horda agora tem Paladinos.
  • A Aliança agora tem Shamans.

Assim, a Blizzard espera que mais pessoas vão para a Horda, jogar com seus elfinhos paladinos, eventualmente estabilizando a população dos realms.

Ontem a noite eu instalei a expansão e criei personagens nas novas raças, minhas impressões:

  • Draenei:
    • A cidade deles é o local de um acidente com uma nave extraplanar. Nada podia ser mais feio que uma plain crash.
    • As fêmeas draenei são mais desengonçadas que as anãs, o que me fez desistir de criar um personagem sério com elas.
    • Draenei são tão altos quanto Tauren. Vai ser interessante nos Battlegrounds.
    • Por algum motivo bizarro, eles tem uma cultura misturada de Índia com Rússia.
  • Blood Elfs:
    • As fêmeas Blood Elfs são lindas. Não existe combinação na hora de criar personagem que faça elas ficarem feias.
    • Os machos Blood Elfs parecem personagens de Anime.
    • A área dos Blood Elfs é soturna e muito bem desenhada. Cheio de detalhes como vassourinhas que varrem sozinhas o chão, coisinhas mágicas aleatórias.
    • As danças (/dance) de ambos os sexos são muito engraçadas.

Agora eu estou esperando chegar no nivel mínimo para entrar para a área nova da expansão, Outlands, onde dizem ter uma cidade realmente neutra e muita, mas muita coisa legal.

Aparentemente esta expansão cataliza os 2 anos que a Blizzard teve pesquisando sua base de jogadores com relação ao que fazer para o jogo ficar melhor, e realmente implementaram suas observações. Um review positivo, até agora.

intel.

tags: world of warcraft, burning crusade, draenei, blood elf

4 Comments »

A interface do WoW e a boa programação

Posted: dezembro 22nd, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming, Programação | Tags: ,

Primeiro, vejam o screenshot abaixo, é a última versão da minha UI (User Interface) no World of Warcraft:

From Screenshots

Se você der uma olhada no álbum inteiro, tem alguns screenshots das versões anteriores, ou de como eu fui adaptando até chegar ai. Eu mudei muita coisa pelo simples fato de não conseguir enxergar bem a interface padrão da Blizzard: Fonte muito ruim, items mal colocados, informação escondida…

Aos interessados, os addons que eu uso neste screenshot são:

  • ag_UnitFrames (Barras de Health/etc..)
  • Bartender3 (Barra de Botões)
  • Cartographer
  • Chronometer (Timer de habilidades como Polymorph)
  • Clearfont2 (Coloca uma fonte legível no jogo)
  • DeuceCommander
  • eePanels (Cria painíes como o atrás dos botões e do chat)
  • ElkBuffBars (Mostra os buffs como barras de progresso)
  • EQCompare
  • Fubar com vários ‘fu’ (Barra no topo com informações)
  • oCB (Casting Bar)
  • oCD (Cooldown Count)
  • Prat (Chat com cores, nome de canais abreviados, etc…)
  • SimpleCombatLog (Combat Log mostra informações de forma legível)
  • simpleMiniMap (Mini Mapa quadrado, sem bordas)
  • TinyTip (Tip com detalhes mais legíveis)
  • Cryolisis (A bolota no meio com um monte de coisas legais pra Mage)

Quem conhece o WoW sabe que uma das grandes sacadas do jogo são os Addons, que são mini-programas para manipular aspectos e a interface do jogo. Esses addons são limitados e por isso não chegam a ser cheating porque não conseguem fazer coisas milagrosas ou quebrar regras.
Uma coisa interessante sobre os addons de World of Warcraft é que eles são programados numa linguagem chamada Lua, criada e mantida na PUC-Rio.

A biblioteca Ace2

Sempre que eu me referir a “Ace2″, considere que eu estou falando da Ace versão 2 e de sua versão anterior, “Ace1″ ou simplesmente “Ace”.

Depois de algum tempo, as pessoas que programam começam a notar que várias coisas que elas fazem são repetidas, e como em todo ambiente onde se compartilha código, começam a notar que existem formas melhores de fazer de tudo. O pessoal da Ace2 fez exatamente isso: pegou um monte de funções que a maioria dos addons precisa usar e criou uma biblioteca. Isso inicialmente criou um monte de reclamações: para se instalar um determinado addon, era necessário baixar DUAS coisas (a biblioteca e o addon propriamente dito) e ainda tinha de se manter as versões de tudo sincronizado, além disso, certos jogadores acham que biblioteca é desperdício de memória. E pode ser, se usado incorretamente como veremos daqui a pouco…

Então o pessoal da Ace2 provou ser realmente hacker de respeito. Criaram um programa rodando em windows para cuidar de baixar, atualizar e remover os addons baseados em sua biblioteca, e criou um ambiente de desenvolvimento com fórum, servidor svn e trac para todos que fossem usar a biblioteca. Assim, eles foram criando novos addons e, quando necessário, clonando addons famosos usando a Ace2.

From Screenshots

Mas porquê, você pergunta? Se já existe um addon que faz o trabalho, porque esta cisma em criar um novo, só pra usar a Ace2?

World of Warcraft, Lua e o Garbage Collection

Addons são programas que rodam dentro do jogo. Ou seja, eles gastam memória. Quanto mais dados ou imagens um addon gerencia, mais memória ele usa. Para gerenciar esta memória, a linguagem Lua inclui (como toda linguagem moderna) o recurso de Garbage Collection. Além disso, estamos falando de código reentrante, que é uma coisa velha como a serra (existe desde os anos 80).

O maior motivo que se tem para que vários addons sejam portados ou clonados usando a Ace2 é simplesmente pelo uso de memória. Um exemplo:

Usando addons independentes:

Addon 1 – 100 kb
Addon 2 – 100 kb
Addon 3 – 100 kb

Suponhamos (hipoteticamente) que estes 3 addons tenham cerca de 20% de código parecido, ou seja: todos precisam manipular texto, todos precisam mostrar mensagens na tela e todos precisam criar uma janela colorida em alguma parte da tela. Mesmo assim, eles estão implementando estas funções de forma diferente, cada um usando seu próprio código, e mesmo que eles copiem o código entre si, os addons são compartimentos diferentes. Assim sendo, o total seria de 300 kb de uso de memória.

Usando uma biblioteca:

Biblioteca 1 – 20 kb
Addon 1 – 80 kb
Addon 2 – 80 kb
Addon 3 – 80 kb

O que acontece? Os 20% de código ‘parecido’ foi movido para uma biblioteca compartilhada pelos 3 addons. As funções de texto, mensagens na tela e janelas são comuns e por isso precisam ser criadas apenas 1 vez. A utilização total da memória é de 260 kb.

Então, por isso as pessoas pedem tanto para que (se possível) todos os addons usem a Ace2: eles podem chegar a economizar 40% de memória. Toda a minha interface acima gasta 24MB, contra quase 40MB que ela utilizava antes, usando addons similares, não-Ace2.

Então, se você estiver interessado em testar, dê uma passada na página do Ace2, nos fórums, leia sobre os addons disponíveis e você vai ver que até os grandes famosos como o CT_Raid tem contrapartes mais leves e tão boas quanto usando o Ace2.

Se você não é nerd, hacker, ou curioso, o post acabou aqui.

Mas…

Se você é…

Como a Ace2 usa o Garbage Collector do WoW de forma inteligente.

Pois é. Isso aqui:

Biblioteca 1 – 20 kb
Addon 1 – 80 kb
Addon 2 – 80 kb
Addon 3 – 80 kb

É a situação ideal que acontece DEPOIS da primeira passagem do Garbage Collector do WoW. A Ace2, para evitar problemas, inclui SUAS bibliotecas (porque Ace2 é na verdade um conjunto de mini-bibliotecas) em todos os addons que usam ela. Na verdade, quando você inicia o jogo, é mais isso aqui que acontece:

Biblioteca X do Addon 1 – 20 kb
Addon 1 – 80 kb
Biblioteca X do Addon 2 – 20 kb
Addon 2 – 80 kb
Biblioteca X do Addon 3 – 20 kb
Addon 3 – 80 kb

Para um total de 300kb, como no caso anterior. WTF!!! Como eu disse, para cada addon, a biblioteca foi incluida para evitar dores de cabeça. Só que eles são muito expertos. Como as bibliotecas tem as mesmas assinaturas, o Garbage Collector sabe que na verdade isso tudo é cópia de uma mesma biblioteca. Na primeira passagem ele passa o rodo na memória duplicada e deixa apenas uma versão ativa, chegando no cenário ideal. Isso acontece de forma transparente para o jogador, de tempos em tempos, mas é uma informação interessante de saber… Principalmente porque existem alguns addons, como o Warmup que medem a “velocidade” da carga de addons, e eles podem ser enganados por esta característica da Ace2. Ele acha que esta memória toda que está sendo usada vai ser desperdiçada, enquanto na verdade ela vai ser aproveitada na primeira passagem do Garbage Collector.

Então, se você nerdou até aqui, o post acabou e você já descobriu algo novo, eu espero. :)

intel

5 Comments »