As emocionantes aventuras de um sysadmin linux na procura pelo uptime perfeito!

I’m free.

Posted: outubro 6th, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags: , ,

E aparentemente, o World of Warcraft perdeu seu encanto sobre minha pessoa. Pelo menos até o lançamento da expansão. Depois de arrastar um personagem até o nível 60 e passar algum tempo pelo insuportável end-game de raids de 40 pessoas, me cansei. Mudamos de server e na época do meu desemprego subi um personagem novo até o nível 40 e algo. Daí cansei. Chegando em casa da faculdade tarde, fica complicado, prefiro assistir alguma coisa com a Li ou fazer qualquer outra coisa. A conta ainda tá lá, infelizmente não existe um botão de “pause”, então quando eu quiser logar eu logo no jogo. Mas atualmente tenho outro brinquedo :)

Na verdade, é um brinquedo velho. Meu PS2 (Playstation 2) estava parado fazia um bom tempo. Desde quando comecei a jogar WoW. Acabei notando que jogando apenas um jogo eu estava perdendo outros que eu gosto. Acabei por descobrir que já tinham saído (e eu não tinha jogado): Suikoden IV, Suikoden V, Onimusha 4, DOIS Prince of Persia… Pois bem. Desde a compra da minha nova maquina, tinha um HD de 80G sobrando por aqui. Coloquei ele denovo no meu PS2, dei uma passada na Feira dos Importados pra conseguir uns jogos e fiquei maravilhado.
Como bom usuário/desenvolvedor de software livre, eu sei que a melhor coisa que você faz para ter qualidade em projetos é esperar. Depois de quase 2 anos longe da cena PS2, foi fantástico:

  • Meu mod-chip estava umas 6 versões mais novo, com funções altamente avançadas, como boot pelo HD e auto-patch de PAL/NTSC para o sistema de cor que for necessário.
  • O HDLoader foi alterado pela comunidade e estava rodando perfeitamente até jogos considerados impossíveis como o Suikoden V.
  • Dois brasileiros fizeram um apanhado de aplicativos e fizeram um sistema de instalação/formatação de HD que é MUITO bom, HDD Megapack Br. Tem de tudo. Dois aplicativos media-player-like para ps2, um ripador de CD’s de audio para o HD, que também é player, dois “sistemas operacionais”, duas versões do HDLoader, servidor de FTP e de HDLDump (mandar jogos de um computador para o HD do PS2 via rede). Ou seja, o pacote tem tudo que precisa.

Instalei o HD (um samsung podrão), configurei meu mod-chip para boot do HD e pronto. Depois de copiados os jogos dos DVD’s para o HD, o boot é rápido, os loads chegam a ser 5x mais rápidos e jogos que seriam virtualmente insuportáveis (como o Suikoden V, que tem um load a cada esquina), ficam rapidões.

Claro, aos interessados: o meu PS2 é o chamado V7 “tijolo”, o modelo é SCPH-39001. Ou seja, é velho pra cacete. Por um lado, é antigo, por outro: o HD é interno e o canhão lê até tampa de margarina. Todo mundo sabe que a Sony vai diminuindo a qualidade com o tempo. Os atuais V12 “Ps2 Slim” são mais modernos, mas não tem espaço para HD interno e os mod-chips para ele ainda não habilitam todas as funções que os hardwares mais antigos tem. Então, se você cruzar por um PS2 antigo, não torça o nariz, o hackability dele é bem melhor. Na verdade, com um HD/Rede você pode inclusive comprar um PS2 que não consiga ler DVD/CD e transferir os jogos pela rede :P
Então. Estou de licença médica. Três dias de molho em casa por causa de uma inflamação no pé que provavelmente é gota :P Coisa de velho, eu sei. Mas agora tenho de maneirar na cerveja, etc… A parte boa é que montei meu PS2 denovo com tempo para fuçar, e agora já comecei a jogar Suikoden V. Pretendo tirar o atraso dos jogos o mais rápido possível, porque no final do mês tem Final Fantasy XII, e todos os reviews dizem que essa versão pode desbancar o FF VII como melhor jogo da série. Yay.

intel.

Technorati Tags: , ,

EDIT: Ah. Acabei de lembrar. No HDD Pack também vem uma pancada de Emulador. Nada mais over que usar um PS2 pra jogar River Raid!

2 Comments »

Macmaníaco é foda…

Posted: agosto 22nd, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming, General | Tags:

Mais uma terça feira de manutenção no World of Warcraft, e depois de algum tempo de teste sai o patch 1.12. Tirando o inferno que é cada dia de patch (ninguém consegue logar, o patch tras novos problemas, bugs de ultima hora…) eu estava olhando as ‘patch notes’. Depois de várias mudanças importantes e coerentes, o último item da lista:

Mac

  • Added support for controlling iTunes from within World of Warcraft. You can bind a set of keys for play/pause, next track, back track and volume up and down.

Já existiu uma época em que usuário de Mac era considerado frutinha, mas controlar musica de dentro do jogo já é prova cabal…

Technorati Tags: , ,

2 Comments »

Onyxia

Posted: julho 10th, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags:

E então,

continuando meus posts sobre World of Warcraft, report rapidinho sobre a queda de Onyxia ontem, pela primeira vez (pra mim, claro, Onyxia é bitch das guildas que já pegaram o jeito da luta.
Ao contrário de Ragnaros, Onyxia é uma boss isolada que fica numa caverna de acesso não muito complicado (ao contrário de Ragnaros que fica no final de um vulcão com nove bosses anteriores). Depois que se pega o jeito das três fases da batalha, Onyxia fica fácil e dá para se derrubar a mesma em menos de 30 minutos. Assim, fica sendo uma opção rápida para domingos a noite. Entro no jogo as 20:15, começamos a batalha as 20:30 e as 21:00 já estou saindo do jogo, com alguma sorte com um item novo ou algum loot decente.
Onyxia é a Mother of the Black Dragonflight, em World of Warcraft Dragonflight é o nome dado a uma “raça” de dragões. Os negros são os mais interessados em política humana e em interferir nas “raças menores” do mundo. Além disso Onyxia é irmã de Nefarian, o dragão que controla a Blackrock Mountain. Pelo menos, a metade de cima dela, a de baixo é controlada por Ragnaros. Assim, a Blackrock Moutain pode ser considerado o lugar ruim do WoW. Existem 4 dungeons diferentes: Molten Core, lar de Ragnaros, Blackrock Depths, onde ficam os Dark Iron Dwarves, um clã de anões que fez a besteira de conjurar o Ragnaros e agora trabalha para ele (bem, escravizados e felizes aparentemente), Lower Blackrock Spire e Upper Blackrock Spire onde ficam os orcs do clã Blackrock, que trabalham para o Nefarian e finalmente, Blackwing Lair, que é exatamente isso: o Dragon’s Lair do Nefarian no topo da montanha.
Além disso, Onyxia e Nefarian tem mania de se imiscuir em assuntos humanos. Uma das quests mais emocionantes no lado da Alliance (onde os humanos ficam) consiste em descobrir que a conselheira do rei de Stormwind é na verdade a Onyxia em sua forma humana. Isso termina com a quest para se matar a Onyxia. No lado da Horda, assim Thrall descobre a influência que ela tem sobre a Aliança e outros lugares, ele ordena que você traga a cabeça dela. Simples assim, os Orcs são sempre mais diretos no assunto.
Abaixo, os inevitáveis screenshots:

Onyxia em seu soninho de beleza:

Quarenta pessoas indo perturbar o soninho de beleza:

Sim, ela é meio gigantsca:

Muerta, finalmente:

Ontem não consegui pegar nada de Loot, mas eventualmente eu consigo alguma coisa e algum dia eu pego a Head of Onyxia para poder ter meu nome escrito nos anais de Orgrimmar quando os arautos gritarem o Might Railing of the Dragon Slayer.

Apenas para um report, Ragnaros foi a 38% na última sexta. Ao que parece, essa semana vamos finalmente derribá-lo pela primeira vez. Daí coloco aqui.

intel

EDIT: Apenas por curiosidade, WoW Wiki possui uma lista dos dragões e das dragonflights existentes em Warcraft, mesmo que elas não sejam ainda presentes nos jogos.

Technorati Tags: , ,

1 Comment »

Ragnaros, finalmente.

Posted: julho 1st, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming | Tags:

Então, depois de um ano jogando World of Warcraft eu finalmente cheguei ao Ragnaros. E com uma guilda que não é uma das fodonas em raid como a WinterWolves ou a Niveus Lepus. Foi com a divertida Clan Skullcrusher que é uma guilda Roleplay que decidiu que iria fazer as raids.

Eu acho que uma grande maioria das pessoas que ler isso aqui não vai entender nada, mas digamos que chegar ao Ragnaros é uma coisa que somente uns 20% da base de jogadores de World of Warcraft no mundo inteiro faz. É necessário muita coordenação para organizar um jogo com 40 pessoas de diferentes lugares com diferentes horários e, no caso da Skullcrusher, pessoas mais velhas com suas famílias e empregos.

Ainda não conseguimos derrotar o Ragnaros, mas só de conseguir chegar e tentar foi uma mini vitória. Abaixo os screenshots:

Chegando na sala do Ragnaros, com o Majordomo esperando (Majordomo é outro boss que temos de derrotar antes de chegar no Ragnaros):

A preparação para a batalha:

Finalmente, Ragnaros!

Semana que vem vamos tentar deixar ele com menos de 50% de health. Chegamos só a 61% nessa semana e morremos todos (wipe!).

intel

Technorati Tags: , , , , , ,

3 Comments »

Bikini Girls with Machine Guns

Posted: junho 27th, 2006 | Author: coredump | Filed under: Gaming, General | Tags: , , , ,

Então.

Não, o título do post não tem nada a ver, só estava escutando esse clássico mesmo.

Faz um mês que eu estou de “férias”. Depois de anos sem conseguir pegar férias direito resolvi aproveitar a minha oportunidade e ficar um tempo descansando. Oportunidade sim, de conhecer como anda o mercado de trabalho aqui de Brasília, visto que fui alvo de uma “reformulação de equipe”, a mesma que pegou o César e levou ele para um novo emprego. Muita coisa acontece em um mês e eu devia ter postado durante o tempo, mas como eu fiquei meio afastado do blog (e das pessoas), acabei não atualizando. Mas vamos lá…

Ficar em casa me deu tempo para descansar a cabeça e colocar coisas em dia. Principalmente no meu relacionamento com meu pequeno filho. Antes eu era o “homem do banho” e agora eu tenho quase certeza que ele já me reconhece como pai dele :) Obviamente que piadas foram geradas por isso entre os amigos.

Além disso, tive dias e dias e doméstico e aprendi a fazer ótimas receitas rápidas para os jantares. Afinal de contas, comigo em casa a Li ia trabalhar e eu tinha de ter comida pronta quando ela chegava. Mais alguns dias e eu iria acabar amarrando um lenço na cabeça.

Ainda assisti vários jogos da copa do mundo. Acho que nunca tinha assistido uma primeira fase assim, quase inteira. Cada jogo mais sofrido que o outro, e la vamos nós para um decisivo Alemanha e Argentina amanhã. Aliás, com relação a futebol nada melhor que ler o Big Phillers, blog de amigos que entendem melhor de futebol do que eu, as vezes.

Já estou analizando umas propostas de emprego e indo em entrevistas, então mês que vem essa mamata deve acabar, mas mesmo não tendo sido férias no sentido exato da palavra, deu para descansar um pouco a cabeça.

No front tecnológico, dei um tempo em mexer com o Zaurus e linux no geral, minhas tardes de computação foram basicamente montar e tunar um novo computador. Na verdade, comprei motherboard, processador, vídeo e gabinete/fonte novos. Acabou ficando uma máquina quase top de linha:

  • Processador: Intel Pentium 4 model 630 (3GHz, 2MB cache, EM64T, HT, 800MHz FSB)
  • Placa Mãe: ASUS P5GPL-X (chipset Intel 915)
  • Gabinete: WiseCase preto com termômetro digital na frente (temperatura interna)
  • Vídeo: PowerColor ATi X800GTO-16 (256M GDDR3, 16 pipelines, PCI Express)
  • Som: Creative Audigy! (24 bits, 7.1 canais)
  • Headfone: Goldship 5.1 (surround)

Agora estou a espera de uma versão mais estável dos drivers e do Windows XP 64bits para finalmente tirar alguma vantagem do EM64T, mesmo que a diferença seja bem pequena enquanto os aplicativos não começarem a ser portados. Com essa máquina, World of Warcraft ficou perfeito. Todos os efeitos e texturas no máximo e 60 fps colado, o tempo inteiro. Além disso o heafone 5.1 faz um surround muito do bom e faz o jogo ficar outro nível.
Estou agora no processo de testar Doom 3 e The Elder Scrolls: Oblivion nesse sistema para ver como fica o gráfico depois de anos com placas not-so-good.

Então. Com o tempo eu vou postando mais assuntos aqui e tento recuperar o ritmo. :)

intel

Technorati Tags: , , , , ,

2 Comments »